quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

OS CUIDADOS DE DEUS


OS CUIDADOS DE DEUS 
Texto: 1Pe. 5.7   agregar Mateus 6-25
            “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”.

       Perturbação de espírito causada por incerteza e por receio.

 “ Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário”? Aflito, inquieto.  Não andeis a, Mt 6.25; Lc 12.22;  Fp 4.6.
“Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de graças”
 
INTRODUÇÃO.
Com a agitação dos nossos dias, a ansiedade se tornou um problema corriqueiro na vida de muitas pessoas. Alguns aprenderam a conviver com isso, embora sem alcançar uma solução.
Outros sofrem com preocupações tão intensas que a própria saúde fí­sica fica abalada, sem falar nas emoções e nos relacionamentos.
De acordo com alguns psicólogos, a ansiedade deve ser tratada com remédios, respiração e esvaziamento dos pensamentos ruins, de modo a se evitar as ideias que desencadeiam a reação ansiosa. Contudo, tais auxílios são paliativos e não atingem a raiz do problema, que o coração.
A transformação verdadeira ocorre quando deixamos de focar as circunstâncias e passamos a lidar diretamente com a fonte do problema. Lembre-se: poucas coisas podem fazer para mudar os problemas a  nossa volta, mas mudar a forma como reagimos a eles estão ai ao nosso alcance, com a ajuda de Deus. Mas para isso, precisamos entender o que acontece no coração de uma pessoa ansiosa.

O QUE É ANSIEDADE? PORQUE FICAMOS ANSIOSOS?
A ansiedade é uma sensação ou sentimento decorrente da excessiva excitação do Sistema Nervoso Central consequente a interpretação de uma situação de perigo.
Parente próximo do medo, (muitas vezes onde a diferenciação não é possível). É distinguida dele pelo fato de o medo ter um fator desencadeante real e palpável enquanto na ansiedade o fator de estimulo teria características mais subjetivas.
A ansiedade é o grande sintoma de características psicológicas que mostra a intersecção entre o físico e psíquico, uma vez que tem claros sintomas físicos como taquicardia (batedeira), sudorese, tremores, tensão muscular aumento das secreções (urinárias e fecais) aumento da motilidade intestinal, cefaléia (dor de cabeça).

COMO COMPREENDER A ANSIEDADE?
O nosso Sistema Nervoso Central e a nossa mente necessitam de uma situação de conforto e de segurança para usufruir a sensação de repouso e de bem estar.
Quando a nossa percepção nos alerta para uma situação de perigo a este estado acontece o estado ansioso. Evolutivamente faz muito pouco tempo que saímos dos tempos da caverna, onde os perigos de vida e a necessidade de luta eram uma constante.
O que interpretamos como perigo hoje, transcende e muito o perigo de vida biológico.
Perda de status, de conforto, de poder econômico, de afetos, amizades, de privilégios, vantagens, de possibilidade de concretizar interesses, de vaidade, são fatores mais do que suficientes em muitos casos para disparar o estado ansioso.
Em estados de desequilíbrio emocional, o simples contacto com o novo, com situações inesperadas e desconhecidas são o suficiente para disparar estados ansiosos.
1.    ELE CONHECE TODAS AS NOSSAS NECESSIDADES. LC 12,30 – Is.65-24
“Porque as nações do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que precisais delas”. Lucas 12:30 “...antes que clamem, eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei. Is 65-24.
           
            ANA.  “Porém Ana respondeu e disse: Não, senhor meu, eu  sou uma  mulher atribulada de espírito; nem vinho nem bebida forte tenho bebido; porém tenho derramado a minha alma perante o  Senhor” 1 Sm 1-15.
A.   Ana foi uma mulher de oração.
B.   Ana confiava no seu Senhor e acreditava fielmente que Ele poderia ouvir as suas petições.
C.   Mesmo sabendo que não podia tem filho, a sua fé e a sua devoção foram muito maiores do que as barreiras que ela tinha diante de si. 
D.   Ana não se sentiu tímida diante do Senhor  e pediu algo muito grande, pediu um milagre!

Nós não podemos temer! Temos que ter fé e acreditar que o nosso Deus tem poder para fazer infinitamente mais de tudo que pedimos ou pensamos.

Filipense 4-19 “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus”.

2.    ELE SENTE TODAS AS NOSSAS DORES. EX. 3.7.
E disse o  Senhor : Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que  está  no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores”.

“E se assentaram juntamente com ele na terra, sete dias e sete noites; e nenhum lhe dizia palavra alguma, porque viam que a dor (JÓ) era muito grande”. JÓ 2-13

Ao saberem as adversidades de Jó, três dos seus amigos vieram solidarizar-se com ele e confortá-lo. O livro de Jó contém os diálogos entre eles e o sofredor.
O ponto de vista deles expressa uma teologia popular, porém falha, pois criam que só coisas boas aconteciam aos fiéis, ao passo que sofrimentos e lutas sempre indicam pecado na vida da pessoa. Fizeram um esforço sincero para ajudar Jó, procurando fazê-lo reconhecer algum pecado grave. Por fim, Deus os repreendeu pelo seu erro (42.7).

3.    ELE INTERCEDE POR VOCE QUANDO NÃO TEM MAIS PALAVRAS.
“E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis”. Rm 8-26 23,25,27.
Aqui tem 2 observações são importantes:
A.   “Com gemidos”, provavelmente, indica que o Espírito intercede juntamente com os gemidos do crente. Esses gemidos só são encontrados no coração do crente salvo.
B.   Os desejos e anseios espirituais dos crentes têm sua origem no Espírito Santo, que habita em nosso coração. O próprio Espírito suspira, geme e sofre dentro de nós, ansiando pelo dia final da redenção (vv. 23-25). Ele apela ao Pai em favor das nossas necessidades “segundo [a vontade de] Deus” (v. 27).




4.    ELE PENSA EM TODAS AS SUAS PREOCUPAÇÕES. SL 40.8
Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração”.
Deleitar= Sentir ou receber grande prazer; deliciar-se.
“Marta, porém, andava distraída em muitos serviços e, aproximando-se, disse: Senhor, não te importas que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe, pois, que me ajude.  E, respondendo Jesus, disse-lhe:  Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas  coisas,  mas uma só é necessária; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada”. Mt. 10: 41-42
           
Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará”. Sl 37-5-7
“Descansa no Senhor e espera nele; não te indignes por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa astutos intentos”.

Embora o serviço ativo e prático do crente para Deus seja primordial e bom, nossa tarefa primeira e mais importante é o amor e a devoção que se expressam na adoração e oração tranquilas, em comunhão com o Senhor (ver Mt 26.13 nota). Estamos tão ocupados na obra do Senhor, na frequência aos cultos da igreja, na execução das boas obras, que nos esquecemos da comunhão espiritual com nosso Salvador?

5.    ELE CARREGA TODOS OS SEUS FARDOS. 1PE. 5-7.
Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”.

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” (Mateus 11:28-30).

6.    ELE VIGIA PELO NOOSO BEM ESTAR JR.31-28.
“... como velei sobre eles, para arrancar, e para derribar, e para transtornar, e para destruir, e para afligir, assim velarei sobre eles, para edificar e para plantar, diz o Senhor “.

7.    ELE APLAINA OS NOSSOS CAMINHO IS. 45.13.
“...Eu o despertei em justiça e todos os seus caminhos endireitarei”;

Deus pode aplainar nosso caminho, acal­mar as tempestades, manter em segurança.

Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente. Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração estão os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale de Baca, faz dele uma fonte; a chuva também enche os tanques. Vão indo de força em força;  cada um deles  em Sião aparece perante Deus. Sl.84: 4-7


Um comentário:

  1. Olá passei para conhecer o blog. Que Deus continue abençoando para que vidas sejam alcançadas através de sua vida. Abraços.
    www.coisademulhercrista.com

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...